BDBComp
Parceria:
SBC
Michel S. Soares

Adapting Embedded Systems' Framework to Provide Virtualization: the Hellfire Case Study

Este artigo faz uma comparação entre as metodologias tradicionais para desenvolvimento de software e as metodologias ágeis. Em particular é feita a comparação da Extreme Programming (XP), uma metodologia ágil muito usada, e o modelo Clássico ou Sequencial. As práticas da XP são apresentadas, enfatizando que suas características são ideais para projetos que devem ter um desenvolvimento rápido e que podem ter requisitos alterados constantemente pelos clientes.

http://www.dcc.ufla.br/infocomp/artigos/v3.2/art02.pdf

Caso o link acima esteja inválido, faça uma busca pelo texto completo na Web: Buscar na Web

Biblioteca Digital Brasileira de Computação - Contato: bdbcomp@lbd.dcc.ufmg.br
     Mantida por:
LBD