BDBComp
Parceria:
SBC
Tese de Doutorado - Inovação ou Renovação? Di fenômeno da mudança técnica ao conhecimento socialmente construído. Releitura do processo tecnológico no contexto das organizações

Regina Fróes Dolabela

A pesquisa consta do estudo da fenomenologia da mudança técnica, conduzido pela identificação e recuperação de duas experiências recentes de introdução de nova tecnologia no ambiente organizacional de empresas em situação de transposição paradigmática. As empresas investigadas pertencem ao segmento industrial eletrônico de Contagem, município metropolitano de Belo Horizonte, Minas Gerais. Neste estudo são identificados três objetos principais de interesse: a abordagem da técnica em função dos recursos disponíveis nas instituições e no sistema social; a identificação de fontes e da natureza do conhecimento construído pelos agentes sociais da mudança; e a reprodução sistêmica de atividades e roti-nas inovativas desenvolvidas no interior de organizações produtivas, conceituadas no paradigma técnico-econômico da informação como sociotécnicas. O argumento defendido é de que as mudanças observáveis e duradouras nas estruturas tecnológicas são releituras da técnica no sistema social, constituindo-se a fenomenologia do processo técnico em experiên-cias de construção de novo conhecimento (significado) pela coletividade. Tal perspectiva analítica permite à autora identificar e diferenciar mudanças observáveis em domínio das estruturas tecnológicas (ou mudanças instrumentais da técnica) [Renovação], e mudanças de comportamento de atores coletivos, desencadeadas no domínio das ações comunicativas de (re)construção de significado da tecnologia no contexto produtivo. O desenvolvimento empírico da pesquisa envolve a definição conceitual e aplicação prática de modelo interpretativo da mudança técnica nas organizações com base no “modelo cognitivo da inovação” de P. Nightingale e no “modelo de estruturação social” de A. Giddens. Os procedi-mentos metodológicos desenvolvidos para coleta de dados, análise e síntese da experiência conjugam fatores estruturais da técnica (as instituições de referência social da tecnologia) e do sistema social (as ações comunicativas de significado da tecnologia no contexto). Os resultados da pesquisa confirmam a natureza dual do processo técnico. Ou seja, no confronto do modelo à experiência confirma-se a tese defendida, de que a mudança técnica operacionalizada no sistema produtivo das duas empresas investigadas consta de um proces-so sistêmico, descrito pela recorrência de interações entre estruturas de significação da tecnologia e ações comunicativas de sua interpretação (significado) no sistema social. Vindo a técnica atender às referências valorativas, culturais, cognitivas e lingüísticas dos agentes produtivos e sociais e do contexto, as atividades comunicativas de significado, a prática social e o conhecimento construído pela coletividade mostraram-se enriquecedores de opor-tunidades de introdução de mudanças no produto e indutores de transformações duradouras nas estruturas tecnológicas das empresas, promovendo a transmutação do sistema social na recorrência tempo-espacial do processo técnico.

http://www.ip.pbh.gov.br/ANO5_N2_PDF/ip0502dolabela.pdf

Caso o link acima esteja inválido, faça uma busca pelo texto completo na Web: Buscar na Web

Biblioteca Digital Brasileira de Computação - Contato: bdbcomp@lbd.dcc.ufmg.br
     Mantida por:
LBD