BDBComp
Parceria:
SBC
Boas Práticas para Apoiar o Gerenciamento de Tempo em Projetos DDS

Implementing a Self-Testing 8051 Microprocessor

Ana Carina M. AlmeidaIvaldir H. de F. JrRenata SouzaHermano Perrelli

Erika F. CotaMargrit R. KrugMarcelo LubaszewskiLuigi CarroAltamiro A. Susin

Algumas pesquisas comprovam que o esforço para desenvolver software em um ambiente de Desenvolvimento Distribuído de Software (DDS) é maior do que o esforço despendido no ambiente centralizado. Este artigo identifica os principais fatores que podem influenciar no aumento de esforço de um projeto de software com equipes geograficamente distribuídas; e propõe um conjunto de boas práticas a fim de melhor suportar os líderes no gerenciamento de tempo de projetos DDS. Para alcance desses resultados, esta pesquisa se baseou em pesquisas de natureza qualiquantitativa executada em duas fases. A primeira, baseada em survey, coletou informações de 15 projetos DDS, e a segunda fase, baseada em entrevistas, capturou os relatos de lições aprendidas de 11 líderes de projetos distribuídos. Ambas as pesquisas possibilitaram o estudo do desenvolvimento distribuído em seu contexto real. This work presents the preliminary results obtained for the high level implementation of a self-testing 8051 microprocessor. From an existing VHDL description of the microprocessor, six main blocks were identified: a state generation block, a control unit, a validation block, an ALU, a RAM and a ROM. For five of them, a test strategy was studied and implemented, so that the whole circuit embedded test structures capable to perform the microprocessor test at-speed. In this paper, we present the test strategies used and the implementation results achieved from a synthesis process in a FPGA environment.

http://www.lbd.dcc.ufmg.br/colecoes/eselaw/2010/0012.pdf

Caso o link acima esteja inválido, faça uma busca pelo texto completo na Web: Buscar na Web

Biblioteca Digital Brasileira de Computação - Contato: bdbcomp@lbd.dcc.ufmg.br
     Mantida por:
LBD