Aprimoramento do código ICANT de simulação de distribuição de corrente numa antena ICRH utilizando técnicas de processamento paralelo em CUDA

Anusio Menezes CorreiaEsbel Tomas Valero OrellanaGesil Sampaio Amarante Segundo

Os modelos computacionais são de grande importância nas diferentes pesquisas relacionadas com fusão nuclear. Um dos muitos códigos usados nestas simulações é o ICANT, que calcula a distribuição da corrente elétrica numa superfície condutora de uma antena ICRH (Ion-Cyclotron Ressonance Heating). Neste trabalho apresentamos uma versão hibrida em FORTRAN, c++ e CUDA do ICANT. Para tal feito, a sub-rotina TRJEssai2 foi convertida em c++ para utilizar a tecnologia CUDA, neste contexto, os resultados obtidos comparando o tempo da versão CUDA com o original, obtiveram uma diminuição significativa no tempo de cômputo. Na região critica o código obteve um speedup máximo de 14 vezes, em relação ao tempo do código original.

http://www.lbd.dcc.ufmg.br/colecoes/erad-ne/2017/001.pdf

Caso o link acima esteja inválido, faça uma busca pelo texto completo na Web: Buscar na Web

BDBComp - Biblioteca Digital Brasileira de Computação
BDBComp
Parceria:
SBC
Aprimoramento do código ICANT de simulação de distribuição de corrente numa antena ICRH utilizando técnicas de processamento paralelo em CUDA

Anusio Menezes CorreiaEsbel Tomas Valero OrellanaGesil Sampaio Amarante Segundo

Os modelos computacionais são de grande importância nas diferentes pesquisas relacionadas com fusão nuclear. Um dos muitos códigos usados nestas simulações é o ICANT, que calcula a distribuição da corrente elétrica numa superfície condutora de uma antena ICRH (Ion-Cyclotron Ressonance Heating). Neste trabalho apresentamos uma versão hibrida em FORTRAN, c++ e CUDA do ICANT. Para tal feito, a sub-rotina TRJEssai2 foi convertida em c++ para utilizar a tecnologia CUDA, neste contexto, os resultados obtidos comparando o tempo da versão CUDA com o original, obtiveram uma diminuição significativa no tempo de cômputo. Na região critica o código obteve um speedup máximo de 14 vezes, em relação ao tempo do código original.

http://www.lbd.dcc.ufmg.br/colecoes/erad-ne/2017/001.pdf

Caso o link acima esteja inválido, faça uma busca pelo texto completo na Web: Buscar na Web

Biblioteca Digital Brasileira de Computação - Contato: bdbcomp@lbd.dcc.ufmg.br
     Mantida por:
LBD