Uma Proposta de Middleware Híbrido para RSSFs

Valderi R. Q. LeithardtCláudio F. R. GeyerJorge Sá Silva

Após duas décadas de progresso na computação a miniaturização dos dispositivos esensores, como, por exemplo, Identificação por Rádio Frequência - RFID [2010] e nacomunicação (ex. redes sem fio, Bluetooth , WIFI e redes inteligentes como Ad-Hoc), aproposta de Weiser [1991] esta se materializando. Atualmente, diversas pesquisas estãosendo desenvolvidas utilizando Redes de Sensores sem Fios (RSSFs) e RFID paraatuarem em conjunto com a computação pervasiva, surgindo um novo conceitodenominado: Internet das Coisas ou "the internet of things" Culler [2011].Em RSSFs que utilizam rádio frequência para transmissão, a atividade de maiorconsumo de energia é a comunicação de dados. Uma forma de economizar energia éutilizar pequenos saltos de transmissão Silva et al [2009]. Assim, os nós coletam dadosutilizando os nós intermediários para retransmissão desses dados até a entrega ao pontode acesso. Dessa forma, as RSSFs possuem limitações no seu tempo de vida, distânciasde transmissão e conectividade. Quaisquer alterações dessas características alteramprincipalmente o consumo de energia dos nós sensores. Segundo Loureiro et al [2009]tais características mostram o alto grau de dinamismo na disponibilidade dos nós e docontexto de execução dessas RSSFs que na maioria das vezes são móveis.

http://www.lbd.dcc.ufmg.br/colecoes/erad-rs/2011/0045.pdf

Caso o link acima esteja inválido, faça uma busca pelo texto completo na Web: Buscar na Web

BDBComp - Biblioteca Digital Brasileira de Computação
BDBComp
Parceria:
SBC
Uma Proposta de Middleware Híbrido para RSSFs

Valderi R. Q. LeithardtCláudio F. R. GeyerJorge Sá Silva

Após duas décadas de progresso na computação a miniaturização dos dispositivos esensores, como, por exemplo, Identificação por Rádio Frequência - RFID [2010] e nacomunicação (ex. redes sem fio, Bluetooth , WIFI e redes inteligentes como Ad-Hoc), aproposta de Weiser [1991] esta se materializando. Atualmente, diversas pesquisas estãosendo desenvolvidas utilizando Redes de Sensores sem Fios (RSSFs) e RFID paraatuarem em conjunto com a computação pervasiva, surgindo um novo conceitodenominado: Internet das Coisas ou "the internet of things" Culler [2011].Em RSSFs que utilizam rádio frequência para transmissão, a atividade de maiorconsumo de energia é a comunicação de dados. Uma forma de economizar energia éutilizar pequenos saltos de transmissão Silva et al [2009]. Assim, os nós coletam dadosutilizando os nós intermediários para retransmissão desses dados até a entrega ao pontode acesso. Dessa forma, as RSSFs possuem limitações no seu tempo de vida, distânciasde transmissão e conectividade. Quaisquer alterações dessas características alteramprincipalmente o consumo de energia dos nós sensores. Segundo Loureiro et al [2009]tais características mostram o alto grau de dinamismo na disponibilidade dos nós e docontexto de execução dessas RSSFs que na maioria das vezes são móveis.

http://www.lbd.dcc.ufmg.br/colecoes/erad-rs/2011/0045.pdf

Caso o link acima esteja inválido, faça uma busca pelo texto completo na Web: Buscar na Web

Biblioteca Digital Brasileira de Computação - Contato: bdbcomp@lbd.dcc.ufmg.br
     Mantida por:
LBD