BDBComp
Parceria:
SBC
Modelos para a computac¸a~ o paralela

Alfredo Goldman

O objetivo principal deste curso e´ a apresentac¸a~o de como podem ser desenvolvi- das aplicac¸o~ es paralelas. Para isto sa~o necessa´rios diversos tipos de modelos, tanto para representar ma´quinas paralelas, como para representar as aplicac¸o~ es.Se considerarmos todos os detalhes de uma ma´quina paralela teremos ao menos dois problemas. Por um lado, certos detalhes sa~o menos importantes do que outros, e quando todos sa~o considerados, o problema de alocac¸a~o das tarefas da aplicac¸a~o pode ficar muito complexo. Ale´m disto, se resolvermos um problema considerando todos os detalhes de uma ma´quina espec´?fica quando passarmos a outra ma´quina boa parte do trabalho seria perdido. Por outro lado, quando poucos detalhes sa~o considerados, pode ser mais fa´cil resolver o problema de escalonamento, mas, na~o sera´ poss´?vel prever com exatida~o o tempo de execuc¸a~o do problema, e as caracter´?scas da ma´quina na~o sera~o aproveitadas. Existe um compromisso claro entre o n´?vel de detalhe, e a aproximac¸a~o da realidade dos modelos.Nas sec¸o~ es seguintes veremos diversos modelos conhecidos para a computac¸a~o paralela, para ilustrar o funcionamento de cada um deles, tambe´m sera~o apresentados algoritmos para os mesmos. E´ interessante ressaltar que a maioria dos algoritmos dependefortemente do modelo.

http://www.lbd.dcc.ufmg.br/colecoes/erad-rs/2003/0030.pdf

Caso o link acima esteja inválido, faça uma busca pelo texto completo na Web: Buscar na Web

Biblioteca Digital Brasileira de Computação - Contato: bdbcomp@lbd.dcc.ufmg.br
     Mantida por:
LBD