BDBComp
Parceria:
SBC
Utilização dos parâmetros CPU e memória para determinar a carga computacional de um farm com o MONARC2

Flaviano Jacobs LuzzattoMarcelo Trindade Rebonatto

As grades computacionais representam uma forma de processamento integradoatravés da união de centros de computação (farms) [BAR 03]. Elas apresentam muitasadversidades em seu ambiente operacional. Estas adversidades representam um desafiocomo o que remete a aspectos relativos às diferentes maneiras com que os centros decomputação se inter-relacionam. Nesse contexto, a utilização de simuladores objetivaaprimorar o projeto de grades. As simulações podem ser realizadas por programas como oMONARC2, desenvolvido no projeto Models of Networked Analysis at Regional Centers(MONARC) [MON 05]. Tal ferramenta dispõe, além de escalonador local, de escalonadordistribuído de tarefas (jobs) para a realização das simulações. No entanto, o escalonadordistribuído de tarefas do MONARC2 pode não ser fiel com relação aos resultados obtidos.A ferramenta faz uso apenas da carga de memória das unidades de processamento pararealizar o escalonamento das tarefas [DRA 06].Após a análise do mecanismo de escalonamento distribuído de tarefas doMONARC2, novas estratégias de determinação da carga computacional de um farm foramapontadas. Estas estratégias influenciam diretamente na escolha do destino de uma tarefano ato de sua migração e, consequentemente, numa aproximação maior da realidade efetivada grade. A estratégia que considera a carga dos processadores dos farms foi explorada emdiferentes aspectos. A mesma foi testada por simulações compostas de tarefas contendovariações na questão da exigência de memória e CPU. Em adição, a estratégia queconsidera a carga dos processadores também foi executada em ambientes de grades comdiferentes configurações de hardware. Os resultados do uso da estratégia considerandocarga ocupacional de CPU são analisados e comparados com o método de escalonamentopadrão (carga de memória).

http://www.lbd.dcc.ufmg.br/colecoes/erad-rs/2007/0035.pdf

Caso o link acima esteja inválido, faça uma busca pelo texto completo na Web: Buscar na Web

Biblioteca Digital Brasileira de Computação - Contato: bdbcomp@lbd.dcc.ufmg.br
     Mantida por:
LBD