BDBComp
Parceria:
SBC
Proxy híbrido para ambientes de coexistência IPv4 e IPv6

Rodolfo Pscheidt JuniorMaurício Aronne Pillon

O crescimento inesperado do número de computadores conectados a Internet nesta última década, antecipou problemas relacionados a organização e gerência de recursos. As redes de computadores tornaram-se muito populares, sendo usadas tanto por companhias quanto usuários domésticos [TAN 03]. A comunicação entre dois ou mais integrantes pertencentes a uma rede só é possivel graças à unicidade do identifcador de cada um destes integrantes. A característica de unicidade na arquitetura TCP/IP, usada na Internet, é disponibilizada pelo protocolo IP (Internet Protocol), cujo objetivo é o de fornecer o serviço de entrega de pacotes entre origem e destino [NAU 98].A versão mais popular do protocolo IP é o IPv4, criada no início da década de 80 sob uma expectativa menos ambiciosa de crescimento das redes do que as observadas com o passar dos anos. Consequentemente, o IPv4 mostrou-se ineficiente e/ou obsoleto em pontos como: suporte à novas aplicações, transmissões multimídia e segurança, e a escassez de seus endereços [HAG 02]. As melhorias necessárias para o suporte destas novas funcionalidades não eram possíveis de serem feitas baseadas na estrutura do IPv4. Neste contexto, surgiu o protocolo IPv6, cujo objetivo, entre outros, é incrementar o suporte a escalabilidade, segurança e multimídia [POP 06].No entanto, efetuar simplemente a definição de um novo protocolo não é suficiente, e a implantação de um protocolo depende da adaptação dos serviços que o utilizam, bem como do suporte de hardwares. Com isso, durante a fase de implantação, existe um período de coexistência entre as diferentes versões do protocolo em questão. Este trabalho descreve a proposta de um proxy para ambientes de coexistência dos protocolos IPv4 e IPv6. O proxy híbrido permite a transição gradativa de redes IPv4 para IPv6, simplificando a manutenção do serviço de proxy nestes ambientes, tendo em vista que ele pode responder a ambas as redes ao mesmo tempo.

http://www.lbd.dcc.ufmg.br/colecoes/erad-rs/2007/0029.pdf

Caso o link acima esteja inválido, faça uma busca pelo texto completo na Web: Buscar na Web

Biblioteca Digital Brasileira de Computação - Contato: bdbcomp@lbd.dcc.ufmg.br
     Mantida por:
LBD