BDBComp
Parceria:
SBC
Identificação de táxons de plantas por análise de textura do parênquima paliçádico

André R. BackesJarbas J. de M. Sá JuniorOdemir M. BrunoRosana M. Kolb

Este trabalho propõe o uso de métodos computacionais na análise de textura do parênquima paliçádico, visando obter novas características anatômicas que possam auxiliar a identificação e a delimitação de táxons. Para tanto, os métodos de Matrizes de Co-ocorrência, Descritores de Fourier, Descritores de Wavelets, Filtros de Gabor e a Dimensão Fractal, em sua abordagem multiníveis, foram aplicados em janelas 60×60 retiradas a partir de imagens histológicas foliares. As assinaturas obtidas foram avaliadas utilizando um classificador linear denominado LDA (Linear Discriminant Analysis). Os experimentos foram realizados com oito espécies lenhosas típicas do cerrado do Estado de São Paulo, Brasil. Dentre os métodos empregados, a Dimensão Fractal apresentou os melhores resultados, com 78,44% de acertos na discriminação dos diferentes táxons avaliados. Isso comprova a viabilidade de se utilizar a análise histológica acoplada à análise computacional como ferramenta na identificação e na delimitação detáxons, sendo a textura do parênquima paliçádico mais um descritor a ser levado em consideração nesses estudos.

http://www.lbd.dcc.ufmg.br/colecoes/wvc/2008/008.pdf

Caso o link acima esteja inválido, faça uma busca pelo texto completo na Web: Buscar na Web

Biblioteca Digital Brasileira de Computação - Contato: bdbcomp@lbd.dcc.ufmg.br
     Mantida por:
LBD