BDBComp
Parceria:
SBC
Automação de Rotinas Odontológicas Adotadas no Tratamento de Doenças Periodontais

José Henrique GoulartLeila SilvaLiane SouzaTânia Maria Fortes

Doenças Periodontais são infecções bacterianas responsáveis pela inflamação da gengiva e pela destruição dos tecidos das estruturas de suporte das unidades dentárias, e constituem-se num problema de saúde pública, para o qual não existe programa preventivo abrangente. Em trabalho anterior, foi proposto um sistema para a triagem de pacientes segundo doenças periodontais, como primeiro estágio de um programa de prevenção. O presente trabalho objetiva estender tal sistema pela introdução de um módulo que implementa as rotinas de acompanhamento do paciente com doenças periodontais.Para isto, são coletados pela aplicação os dados obtidos do exame periodontal, o qual objetiva principalmente verificar e registrar o nível de inserção clínica em cada face do dente, além de obter dados sobre a presença de fatores etiológicos nos dentes, tais como cálculo, cárie, mobilidade e presença de lesão de furca.Dessa forma, durante o tratamento periodontal, novos exames periodontais são realizados a cada visita do paciente e os resultados de diferentes visitas são comparados para a avaliação da eficácia do tratamento adotado e da evolução do quadro do paciente.Para realizar esta comparação, gráficos são automaticamente gerados pelo sistema, tais como curvas das medições do nível de inserção gengival, bem como informações estatísticas são extraídas, como, por exemplo, a percentagem de dentes com profundidade de sondagem maior do que 3,5 mm. A realização manual deste procedimento é custosa e imprecisa, fato que motivou a elaboração deste projeto.Assim, basicamente o módulo inclui as seguintes funcionalidades: cadastro e manutenção dos dados de exames periodontais; geração automática de gráficos para análise visual do resultado de um exame, ou comparativamente, entre dois exames de um paciente; e extração de informações estatísticas.O levantamento de requisitos foi realizado através de entrevistas e a metodologia de desenvolvimento adotada foi a orientada a objetos. A arquitetura escolhida para o software foi a arquitetura de três camadas e a plataforma de implementação utilizada foi a Java 2, Enterprise Edition.O módulo descrito encontra-se totalmente implementado, e já foi iniciada a fase de validação final. Através dele, espera-se que seja possível avaliar com maior acuidade e agilidade a eficácia do tratamento adotado e a evolução do quadro do paciente.

http://www.lbd.dcc.ufmg.br/colecoes/wim/2005/0018.pdf

Caso o link acima esteja inválido, faça uma busca pelo texto completo na Web: Buscar na Web

Biblioteca Digital Brasileira de Computação - Contato: bdbcomp@lbd.dcc.ufmg.br
     Mantida por:
LBD